Blog

Pandemia acelera a popularização dos pagamentos digitais

100 Views0 Comment

A pandemia mundial causada pelo novo coronavírus tem feito com que as pessoas precisem criar novos comportamentos e hábitos. Em um momento em que o estresse financeiro e a insegurança em relação à saúde são grandes, novos hábitos são adotados pelas pessoas.

Seja em relação a trabalho, compras, higiene, educação, saúde, culinária, muitas são as formas que as pessoas têm se reinventado e encontrado com o distanciamento social e seus tempos no novo cenário.

“O varejo percebeu a necessidade de oferecer novos meios de pagamento para proporcionar uma melhor experiência de compra aos clientes neste momento”

Para se adaptar ao mundo digital e às novas medidas sanitárias, varejistas buscam digitalizar seus empreendimentos, enquanto empresas de tecnologia aceleram com as inovações no mercado de meios de pagamento, como é o caso da Multiplus Card, uma Fintech de Pagamentos que desenvolveu soluções para que lojistas pudessem continuar vendendo, por meio ferramentas para vendas digitais e não presenciais, tudo de forma integrada.

Novos hábitos de consumo devem permanecer após a pandemia

Mesmo com a incerteza de quando o mundo voltará em suas atividades e quando será o fim da quarentena, já sabemos que muitos hábitos adquiridos nesse período permanecerão com os consumidores. Um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) mostrou que os brasileiros aumentaram suas compras on-line, passaram a usar meios digitais de pagamentos e devem continuar com esses hábitos de compra e consumo mesmo após a pandemia.

Confira alguns desse comportamentos que devem ser vistos mesmo após a COVID-19

Compras online
Em estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, a SBVC, mostra que os brasileiros aumentaram suas compras online e devem continuar esse hábito após pandemia. Segundo a pesquisa, 61% dos brasileiros compraram online durante a quarentena e aumentaram seu volume de compras devido ao isolamento social, com destaque para compras de alimentos e bebidas.

Se antes da crise as compras online já cresciam e eram cada vez mais presentes na vida dos consumidores, agora essa tendência chegou para ficar.

Meios de pagamento digitais
Evidente que com o aumento de compras online, aumenta também a forma de pagamento por meio digitais. Mas além do universo virtual, cresce o uso de meios de pagamento digitais em estabelecimentos, como QR Code, aproximação, cartões e carteiras digitais.

Pelo fato do consumidor estar mais conectado e mais atento ao contato, formas de contaminação e segurança, o dinheiro fica cada vez mais deixado de lado e as soluções digitais de pagamento tendem a crescer ainda mais após a pandemia.

Durante a quarentena, dezenas de shows e eventos digitais foram transmitidos ao vivo pelo Youtube e outras plataformas virtuais, a fim de levarem entretenimento para os lares e arrecadarem doações em espécie, toneladas de alimentos e itens para hospitais e instituições de caridade em combate a pandemia. As lives, como são popularmente chamadas, além de conterem anúncios e fazerem propagandas de marcas reconhecidas no mercado, também incentivam o uso do QR Code e das carteiras digitais, por meio de aplicativos específicos que permitem aos doadores fazerem transações com segurança.

É até difícil acreditar que há mais de um ano esse método de pagamento vem tentando ganhar força no Brasil, por meio de projetos-pilotos, e que até então não tinha conseguido espaço. O cenário só caminhou no país por conta dos artistas e seus milhares de fãs, que estão sendo orientados pelos órgãos governamentais a permanecerem em casa. Em entrevista para um grande portal de notícias, o PicPay – conta digital aberta pelo celular que visa facilitar compras pela internet – afirmou ter participado de mais de 15 lives até o momento e arrecado mais de R$ 5 milhões de reais em doações. Com isso, podemos afirmar que, finalmente, os brasileiros estão criando uma familiaridade com a tecnologia.

“Os pagamentos digitais vão se tornar parte integrante de nossas vidas diárias”

 

PIX – A novidade que está causando uma revolução nos meios de pagamento

Diferente dos meios existentes atualmente (TED e DOC), com o PIX não há restrição de dia e horário para essas ações em tempo real. O PIX funciona 24 horas por dia, 7 dias da semana e em todos os dias do ano. Com isso, facilitará a transferência de valores, pagamento de contas e recolhimento de impostos e taxas de serviços.

As transações do PIX podem ser feitas entre pessoas físicas, entre pessoas e estabelecimentos comerciais, entre empresas e pelo governo. Além das transações feitas de forma mais “tradicional”, o PIX vai estimular mais ainda o uso do QR Code.

A Multiplus Card oferece o QR Code do PIX integrado ao TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) e os estabelecimentos que aderirem poderão sair na frente com as vantagens que essa novidade vai trazer.

É verdade que o dinheiro físico ainda é muito presente na vida das pessoas, mas com esse artigo quero mostrar que a COVID-19 já está impulsionando novos meios de pagamento e permitindo que mercados que antes engatinhavam, passem a ficar de pé. Antes que eu me esqueça: todos esses métodos de pagamentos dependem apenas de um dispositivo móvel como os smartphones.

Você tem dúvida de que a inclusão financeira será o próximo efeito da pandemia? Vamos aguardar!

Alexandre Ferreira – @alexandre.taurus
Especialista em Marketing